domingo, 6 de abril de 2008

Fazer o Bem

A socialite Paris Hilton tem um defeito muito feio, que é exatamente o de se chamar “Paris”. Se ela se chamasse Itapecerica da Serra, por exemplo, seria estranho, mas seria bonito. Eu, se pudesse escolher, me chamaria Santo Antônio da Platina. Só em último caso escolheria Paris, Londres ou Nova Iorque.
.
Pois Paris Hilton quer ir para Ruanda fazer o bem. Eu concordo que deve ser muito difícil fazer o bem dentro do Estados Unidos, então ela está mais do que certa em ir fazer em outro lugar. Ela mesma diz: “Há muitas pessoas más em Los Angeles”. Paris decidiu fazer o bem depois que foi acusada de ser uma garota fútil e festeira.
.
Ela refletiu bastante desde que foi presa por dirigir embriagada, e percebeu que sua vida estava vazia e sem sentido. “Eu quero deixar uma marca no mundo”. Paris, Paris... Só cuide para que a vaidade de ser reconhecida não se sobreponha à sua vontade de fazer o bem.
.
Parece que Paris está com um pouco de medo em fazer o bem. Ouviu falar de certas coisas sobre a Ruanda. Ou talvez sobre a África em geral, pois sobre a Ruanda ninguém ouve falar coisas. Diz ela que parece ser perigoso ir até lá. Caríssima Paris, eu lhe garanto que mais perigoso é ser uma socialite.
.
Paris quer filmagens sobre a sua viagem para a Ruanda. O bem tem que ser registrado. Ela quer mostrar como é o seu dia-a-dia. Mesmo que o seu dia-a-dia não seja ir para a Ruanda. Contra as imagens, ninguém vai poder contestar. Paris Hilton está fazendo o bem e quer tudo registrado.
.
Pois olha, eu não vou falar mal de Paris Hilton. Pelo menos não mais do que o necessário. Eu também já pensei muitas vezes em fazer o bem em Burkina Faso, Senegal e Angola. Mas ora bolas, é tão perigoso uma viagem dessas!
.
Henrique Fendrich (ou, Santo Antônio da Platina)

Um comentário:

  1. Quem não tem idéias idealistas de ajudar os mortos de fome? Ou os doentes? Mas em outro país, porque muito perto qualquer um pode fazer e assim não sobra vaga. Não condenando a bondade, nem a caridade, mas se a vaidade (como bem dito) quer se sobrepor, é melhor ficar em casa, comprando bolsas importadas. Faz uma doação pro Greenpeace, só para limpar a consciência.

    ResponderExcluir

Para contato, nosso email é vidanacronica@gmail.com