quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Puro, simples e macio

Marina Costa

Suspiro. Fecho o livro. A Enya há muito parou de cantar e a aurora daqui a pouco começa a chegar. Bocejo. Torço o nariz para os assuntos vazios da cozinha. 15 para as duas. Estômago roncando mas prefiro aquecê-lo com o edredom Afinal, melhor de tudo é sempre o sono. Puro, simples e macio. Quem sabe, talvez o último. Primeiro? A vida é para isso. Para não esquecer que qualquer coisa pequena acontece. Que qualquer pessoa pequena é só uma pessoa pequena. No final, ou no começo, vida é suspiro.

2 comentários:

Para contato, nosso email é vidanacronica@gmail.com