quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Toque bem tocado


Marina Costa

Uma leitora hábil, sagaz e íntima ligou me hoje e fiquei estupefata. Queria reclamar que há dias não posto. Tentei argumentar, alegando desmotivação, pois penso que ninguém me lê. Ela retrucou, dizendo que minha obrigação é escrever por mim. Ergui a sobrancelha e parei de fazer quatro coisas ao mesmo tempo para ouvi-la. Pois ela disse mais. Disse que espera ler minhas criações para entender outras vidas. E que às vezes me manda energias positivas para eu ser mais doce em meus dizeres. Outras vezes me direciona uma certa raiva do mundo que acaba cuspida em minhas palavras. Fiquei abismada. Quer dizer então que, enquanto eu imaginava retratar minhas próprias vontades e criações, alguém envia pensamentoas à minha mente desavisada? Sou apenas manipulada e meus dedos agem independente de meus sentimentos? Não sei, respondeu ela, e não quero saber de seus problemas. Se você está com crise de identidade, não serei eu a lhe ajudar a desatar o nó da sua própria cabeça. O que quero, em minha vontade egoísta de leitora é que continue escrevendo e agora espero uma nova crônica por dia até o fim deste mês!! Tenho dito! 

Tu, tu, tu...
Desligou. Na minha cara. 
E desde então, vivo o dilema de me saber criatura em mãos de criador. Mas não arrisco mais a deixar a publicação para amanhã! Vai que ela resolve me dizer outras verdades que ainda não posso ouvir...

4 comentários:

  1. simplesmente amei!!! E concordo plenamente com a Pombinha!!!

    ResponderExcluir
  2. Amore........
    A maior satisfação que existe é quando podemos de alguma forma contribuir positivamente com os amigos....... Amei esse presente.... Bjim

    ResponderExcluir
  3. Amore........
    A maior satisfação que existe é quando podemos de alguma forma contribuir positivamente com os amigos....... Amei esse presente.... Bjim

    ResponderExcluir

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com