quarta-feira, 13 de abril de 2011

Mensagem para você



Marina Costa

No ponto de ônibus, em cima do banco, foi achado um bilhete rosa e bem dobrado, com uma única frase em vermelho vivo: "por mim e por você, saí de nossas vidas". Nada de perfume ou lágrimas ressacadas, apenas a frase em belas letras. Sabe-se lá porquê alguém guardou o tal pedaço de papel no bolso do paletó. Talvez a melancolia da enunciação escrita tenha afetado a sobriedade solitária daquele velho senhor.
E o bilhete foi almoçar, voltou ao escritório, acabando por fim no chão do banheiro, umidecendo com o vapor quente do chuveiro. Na hora de ir para a máquina de lavar encontrou mãos ávidas e curiosas que pareciam esperar por ele há longos anos. "Por mim e por você, saí de nossas vidas", susurrou a boca pálida e seca. E os olhos cor de chumbo se crisparam para segurar o pranto.
Malas prontas, táxi no portão. E o bilhete foi deixado em cima do travesseiro para que a mensagem cumprisse novamente o papel ao qual se destinou. O taximetro foi ligado e o carro partiu, enquanto na outra esquina, chegava em pijamas e surpresas aquele senhor pacato que acreditava na alegria de dias sempre iguais.

Um comentário:

  1. "mensagem para vc". Que linda passagem.

    abnerlmesmo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com