segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Lambada


Créditos da imagem: Juliana Andrade, MG - http://bambue.com.br/2010/11/duda/#more-337

Marina Costa

Molhada e meio áspera, a menininha sardenta levou uma lambida do menino atrevido, bem na bochecha direita. Ficou estática. Que absurdo, pensou ela. Que engraçado, ele disse. Que audácia, ela sussurrou. Me dá um beijo, ele pediu . Daí ela ficou vermelhinha, como a rosa que ganhou e largou no chão, quando se pôs a correr pelo pátio. Ele a recolheu e soprou o pó. Havia visto uma loirinha saindo da cantina e logo pensou outra vez na sensação engraçada de refrigerante no nariz...


Um comentário:

  1. q legal, lembra minha infância. Qndo eu era danado e tinha umas estripulias assim

    Belo!

    abnerlmesmo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com