domingo, 5 de maio de 2013

Além da Lenda


Abre a caixa, debaixo da árvore brilhante e aspira o perfume de surpresa que sai depois que o laço roxo se desfaz. Há uma luz intensa lá dentro e segundos depois de hipnótico olhar, um pequeno ser espia para cima, tão assustado quanto quem o vê. Silêncio no ar suspenso. Ele espirra e solta uma pequena baforada de enxofre. É um filhote ainda. Ela sorri e cai da cama, esbaforida. O sol entra pela janela, devastando tudo com seu calor de bom dia! Algumas roupas emboladas dentro da mochila para ela disparar porta a fora, em busca de seu mágico presente sonhado. Há, no final do arco íris um tesouro pra cada ser, lhe disse uma vez certa mulher velha. Mas muitos acabam tão ocupados a vida inteira que deixam o que quer que seja por lá, completou. Alguns poucos, cheios de ideias, vão buscar. Costumam não voltar. São sonhadores, dizem os vivos mortos, e por lá deveriam ficar. É o que alguns chamam de Eldorado. Onde tudo o que é esplêndido existe. É onde eu gostaria de morar.

Marina Costa

4 comentários:

  1. E que haja espaço em Eldorado para todos os sonhadores que, como eu, querem sair em busca do há para se ver no além arco-íris. :)

    ResponderExcluir
  2. E haja tempo para irmos lá, além de nos sonhos, não é?

    ResponderExcluir
  3. E que o tempo se faça eterno enquanto lá estivermos!

    =D

    ResponderExcluir

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com