quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Reflete


Hoje, que não é agora, nesse lugar fora do tempo, há um som melancólico mas não de lamento. Talvez reconhecimento. Uma torrente de dizeres, não saberes e quereres que bate lá na frente e volta polida, brilhante, por vezes até ofuscante mas sempre esclarecendo ao escarnecer. Na hora que termina e vai-se o devaneio, por trás fica o reflexo no espelho. Há que se ver no outro para se compreender. E a imagem pisca faceira, cúmplice dessa verdade que acabam de entender.

Marina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para contato, nosso email é vidanacronica@gmail.com