quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Sol Mi Fa




A melodia da canção chegou aos meus ouvidos em uma tarde de certo iluminado domingo. O vento brincava entre os ramos de um velho salgueiro e o sol resplandecia em seu rosto brilhante. E ele falava. Com o resto do mundo em silêncio, entoando uma canção que eu já conhecia desde antes de ouvir o timbre de sua voz antiga. E eu ouvia. E cada quadro de sua história mágica se materializava em minha mente como se eu estivesse lá. E eu estava. Em terras distantes, com seres brilhantes, tambores ressonantes e raios luminosos nas preciosas pedras. Sol que me fez bem. Faz e fará.

Marina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com