sexta-feira, 30 de maio de 2014

Alocução


Bondade. Substantivo bonachão e querido, que sorri sincero ao ouvir seu nome. Por mais duro o semblante de quem diz, vem a necessidade de sorrir quando a boca forma tais fonemas. Repita com calma: BON DA DE! E a palavra sai como bolha de sabão, leve e solta, encostando macia daqui e dali até que por fim estoura em um espinho mais afiado, que antes servia de acento ao rancor. Os respingos da bondade borrifam o ar com uma névoa branca, brilhante, multicor. E o peito, antes oprimido pelo negrume de um pensamento intruso e malcriado se alivia na bem querença dessa palavrinhha tão caridosa.
 
Marina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com