terça-feira, 5 de agosto de 2014

Sol do Meu Dia


Em agonia, grito. Olho para o infinito e insisto. Nem mesmo o eco me volta. No escuro, o silêncio é sepulcro, onde habito inerte a espera do teu renascer.
 
Marina Costa
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com