segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Musa


A solução para o meu dilema, garota morena, é o seu rebolar. Eu sento aqui, velho e sem serviço, só para apreciar o seu caminhar. E quando você vem lá, cabelo despenteado a sorrir, ah  mas eu ganho meu dia, deixo de lado o jornal e a bebida e te aprecio da boca bonita ao calcanhar. Você me dá um tchauzinho, quase uma esmola bondosa e eu tiro humilde o chapéu, para te agradar. E te olho até o virar da esquina, bela, fresca e sozinha, a dançar a música da juventude que uma hora há de passar… Mas até lá, morena, e muito depois eu sei, você fará o sol de Ipanema brilhar!

Marina Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para contato, o email é vidanacronica@gmail.com